Rateio do Concurseiro

  MINHA CONTA   |   (0) Total: R$0,00

Concurso PM TO: concurso para oficial e soldado é anulado! Entenda!

Concurso PM TO é anulado por quebra de sigilo das provas!

Concurso PM TO oferecerá mais de mil vagas para soldados e oficiais!

Concurso PM TO ofereceu mais de mil vagas para soldados e oficiais!

Após quase um ano de suspensão, o concurso para oficial (cadete) e soldado da Polícia Militar de Tocantins (concurso PM TO) foi cancelado. A decisão foi comunicada hoje pela própria instituição durante coletiva de imprensa na sede do Comando Geral, em Palmas.

De acordo com a publicação do Diário Oficial do estado, divulgada nesta terça-feira, a decisão foi tomada após a denúncia de possíveis fraudes e irregularidades da banca organizadora do certame, AOCP.

Realização de um novo concurso PM TO

Com a anulação do último concurso, a PM TO anunciou que está em andamento a abertura de um novo edital. Os 80 mil candidatos que se inscreveram para o certame anulado terão que efetuar uma nova inscrição.

O primeiro passo será um novo estudo do quadro de pessoal e vacâncias da instituição, afim de determinar o número de vagas e cargos a serem contemplados no novo edital. Em seguida serão adotados todos os trâmites comuns à abertura de um novo edital.

Ministério Público havia recomendado anulação

O Ministério Público do Tocantins recomendou que a Polícia Militar (Concurso PM TO) anulasse seu concurso, que estava suspenso desde abril do ano passado, após a conclusão do inquérito civil que comprova diversos casos de fraude. 

A recomendação foi expedida no dia 25/01, pelo procurador-geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, e enviada para o governador Mauro Carlesse e para o comandante-geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa. O pedido dá um prazo de 15 dias úteis para que o governo anule o certame.

Em dezembro do último ano, o MP TO ofereceu denúncia criminal contra 19 pessoas por associação criminosa e participação em fraude no concurso público para a PM. A conclusão do inquérito civil diz que o concurso “foi alvo de uma fraude engendrada por um grupo criminoso extenso, composto por integrantes de diferentes estados”.

O relatório ainda informa que é impossível a continuidade da seleção, já que quase 70 mil candidatos foram prejudicados pela divulgação dos gabaritos da prova.

Nesta segunda-feira (28), o governo afirmou que recebeu a recomendação e que o documento será analisado pela Secretaria da Casa Civil, Procuradoria Geral do Estado e pelo Comando Geral da PM. Somente após a análise, poderá ser definido o rumo do concurso.

MP TO já havia recomendado anulação do concurso 

Em novembro de 2018, o MP TO já havia recomendado que o governador adotasse as medidas necessárias para anular o concurso para as carreiras de cadete e soldado e, tomasse as providências para iniciar um novo processo de licitação para contratar uma outra empresa para ser responsável pela organização do certame. Na época, o inquérito civil ainda não tinha sido concluído. 

A Polícia Civil comprovou por meio de investigação que houve acesso prévio e não autorizado ao conteúdo do caderno de provas, que foi repassado posteriormente, por meio de um esquema de fraude, a candidatos que almejavam a aprovação no certame. Na época, foram identificados 16 candidatos que receberam os gabaritos das provas de cadete e de soldado. Outros 19 também se beneficiariam da fraude, mas ainda não foram identificados.

A recomendação se justificava por conta da quebra de sigilo das provas da etapa objetiva, que aconteceu no dia 11 de março de 2018 e, conforme nota publicada no portal do MP TO, o fato compromete a credibilidade do certame e enseja sua anulação. A primeira recomendação foi expedida pelo promotor de justiça, Adriano Neves. No documento, a Assessoria em Organização em Concursos Públicos (AOCP) é responsabilizada e deve responder por todos os ônus decorrentes da quebra de sigilo. 

Sobre o edital do concurso PM TO 

As vagas para soldados foram divididas em 900 para homens e 100 vagas para mulheres. Já para os cargos de cadetes, a divisão é de 36 vagas para homens e quatro para mulheres.

Veja aqui os detalhes do edital PM TO 2018

O órgão havia divulgado retificações que alteram o edital de abertura do concurso PM TO para 1.000 vagas de soldado e 40 vagas para CFO. As mudanças são referentes à faixa etária para a avaliação do exame de capacidade física (ECF). As mudanças são referentes à faixa etária para a avaliação do exame de capacidade física (ECF).

Onde no edital lê-se faixa etária de 25 a 30 anos, com a retificação foi corrigido para faixa etária a partir de 25 anos. A idade considerada na faixa etária será a idade que o candidato tiver na data da realização do ECF. Veja as retificações.

Ainda conforme a retificação, a idade será contada em anos inteiros, desprezando-se as frações (meses e dias). Será observada a idade até o dia marcado no edital de convocação para o candidato se submeter ao ECF, incluindo o primeiro dia de realização do exame.

O exame de Capacidade Física (ECF) do concurso terá caráter eliminatório e será realizado na cidade de Palmas. Somente será convocado para participar desta etapa, o candidato que conseguir a pontuação mínima na prova objetiva e tiver a prova dissertativa corrigida, obtendo a pontuação estabelecida.

O primeiro passo do teste físico será a avaliação da estatura mínima exigida, sendo automaticamente eliminado o candidato que apresentar altura inferior a 1,63m, para homens e 1,60m para mulheres. Segundo edital do concurso PM-TO, o objetivo do exame é verificar a capacidade mínima necessária para suportar, física e organicamente, as exigências próprias do cargo. O local, a data e o horário, assim como normas complementares, serão divulgados no edital de convocação para a etapa, no site da AOCP, banca da seleção.

Veja aqui o edital de retificação para cadete e aqui para soldado

Concurso PM TO: inicial de R$ 4,4 mil para nível médio

Um dos fatores determinantes para a escolha de um concurso público é, no caso da PM TO, o soldo oferecido. Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar do Tocantins, o salário inicial durante o Curso de Formação de soldado é de R$ 2.215,10. Passado o curso, os servidores passam a receber R$ 4.455,46. O cargo é de nível médio.

Já para o cargo de cadete, que é de nível superior, durante o Curso de Formação de Oficiais, a remuneração é de R$ 4.499,52. Depois que o cadete se forma, os vencimentos iniciais passam para R$ 8.382,10.

Concurso PM TO: etapas e provas

O concurso público foi realizado em cinco etapas, especificadas a seguir:

  1. a) 1ª etapa, de caráter eliminatório e classificatório, consistirá em avaliação intelectual de conhecimentos, mediante a aplicação de Prova Escrita Objetiva de Múltipla Escolha e Dissertativa para mensurar conhecimentos gerais e específicos dos candidatos, e será realizada nos municípios de Araguaína, Araguatins, Arraias, Gurupi e Palmas, ou em outras localidades no Estado do Tocantins, caso o número de inscritos exceda a capacidade de alocação do município, divulgadas pela AOCP Concursos Públicos no endereço eletrônico www.aocp.com.br, de acordo com a demanda. Os conteúdos programáticos da prova objetiva e da prova dissertativa encontram-se no Anexo I deste Edital.
  2. b) 2ª etapa, de caráter apenas eliminatório, consistirá na realização de Exame de Capacidade Física, pertinente ao exercício do cargo público, aplicado por comissão de profissionais habilitados em Educação Física que possuam registro no Conselho Regional de Educação Física, e será realizada somente no município de Palmas;
  3. c) 3ª etapa, de caráter apenas eliminatório, consistirá na realização de Avaliação Psicológica, com base em critérios objetivos definidos no respectivo Edital, aplicado por profissionais habilitados em Psicologia que possuam registro no Conselho Regional de Psicologia, e será realizada somente no município de Palmas;
  4. d) 4ª etapa, de caráter apenas eliminatório, consistirá na realização de Avaliação Médica e Odontológica do candidato, a fim de verificar os atributos de saúde necessários para o exercício do cargo
    público, e será realizada somente no município de Palmas;
  5. e) 5ª etapa, de caráter apenas eliminatório, consistirá na realização de Investigação Social do candidato, a fim de verificar sua idoneidade moral, vida pregressa, conduta incompatível etc, para o exercício do cargo público.

Provas concurso PM TO

Provas por cargo no Concurso PM TO.

Provas por cargo no Concurso PM TO.

Será considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva o candidato que acertar no mínimo 50% do total de pontos, devendo ainda obter o mínimo de um ponto em cada disciplina.

Alterações do concurso PM TO

Agora para se tornar soldado, como já é exigido em diversos outros estados, os candidatos precisam ter Carteira Nacional de Habilitação – CNH, permissão válida para dirigir ou comprovante de aprovação junto ao Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN, no mínimo na categoria “B”.

O acesso inicial aos Quadros de Praças se dá na designação hierárquica de Aluno-Soldado, onde receberá e auxílio financeiro mensal no valor de R$ 800,00 Acesse aqui as alterações.

Concurso PM TO: Atribuições dos cargo de soldado 

Segundo a assessoria de imprensa da PM-TO, as atribuições dos soldados, em geral, estão ligadas à execução de atividades planejadas pelo comando da corporação. Já os oficiais atuarão em funções de chefia e direção dos diversos órgãos e atividades que compõe a estrutura organizacional da polícia.

A carga horária é diferenciada, dependendo da atividade desempenhada pelo profissional.

Concurso PM TO: benefícios 

Os candidatos que conquistarem uma das vagas no próximo concurso para a PM TO, além de um emprego estável e com boa remuneração, terão ótimas oportunidades de qualificação. Segundo a assessoria de imprensa, durante a carreira, são ofertados diversos cursos.

Alguns são necessários para ascender na carreira hierárquica e outros ofertados de maneira voluntária, onde o policial militar agrega conhecimento para utilizar na atividade administrativa ou operacional. Mais da metade do atual efetivo já passou por algum desses cursos.

O cargo de Soldado da PM exige apenas ensino médio completo e paga inicial de R$ 4.056,67, após o curso de formação. Quem possui nível superior pode concorrer as vagas de Oficial da PM, que paga inicial de até R$ 9.255,21. 

Último concurso PM TO

O último concurso PM TO foi realizado em 2013, organizado pela Consulplan. Naquela seleção, foram ofertadas 300 vagas para soldados, sendo 270 para homens e 30 para mulheres. O requisito era nível médio, com vencimento inicial de R$ 3.057,77, mais auxílio-alimentação.

O concurso foi composto de prova objetiva e discursiva, exame de capacidade física, avaliação psicológica, exames médicos e odontológicos, investigação social e curso de formação.

Detalhes do concurso PM TO:

  • Concurso: Polícia Militar do Tocantins (Concurso PM TO)
  • Banca organizadora: AOCP
  • Cargos: Soldado; Oficial
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Número de vagas: 1.040
  • Remuneração: até R$ 9 mil
  • Inscrições: entre 9 de janeiro e 9 de fevereiro de 2018
  • Taxa: R$ 120 ou R$ 80 
  • Data da prova: 11 de março de 2018

Edital CFO

Edital CFSsd

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 920.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias o Gran Sistema de Ensino!

Matricule-se!

The post Concurso PM TO: concurso para oficial e soldado é anulado! Entenda! appeared first on Blog Gran Cursos Online.