Rateio do Concurseiro

  MINHA CONTA   |   (0) Total: R$0,00

Concurso Prefeitura de Vitória ES: iniciais de até 8 mil! Veja!

Concurseiros, atenção! A Prefeitura Municipal de Vitória no Estado do Espírito Santo (concurso prefeitura de Vitória ES), publicou hoje, 27 de setembro, seu edital para o preenchimento de 142 cargos efetivos mais formação de cadastro de reserva para o quadro de servidores da Secretaria de Saúde do Municipal de Vitória.

As inscrições para o concurso poderão ser feitas exclusivamente no site da banca organizadora, Instituto AOCP – https://www.institutoaocp.org.br, a partir das 08h do dia 30 de setembro e seguirão abertas até o dia 30 de outubro de 2019.

Ao todo, o concurso ofertará 142 vagas para os níveis fundamental, médio e superior. Confira mais detalhes ao longo da matéria.

Concurso Prefeitura de Vitória ES: remuneração e benefícios

O concurso para o preenchimento de vagas para o quadro de servidores da Secretaria Municipal de Vitória oferta remunerações que variam entre R$ 1.354,10 e R$ 8.143,00.

As remunerações foram fixadas, de acordo com o edital, da seguinte maneira:

Cargos de Nível Fundamental: R$ 1.354,10;

Cargos de Nível Médio: R$ 1.924,08;

Com exceção do cargo de Técnico em Enfermagem que trabalhará somente 30h, para ele, o vencimento básico será de R$ 1.443,06.

Cargos de Nível Superior: R$ 4.071,50

Alguns cargos para o nível superior possuem remunerações maiores, pois são cargos com 40h semanais, como é o caso do cargo de Cirurgião Dentista.

Inscrições

As inscrições serão realizadas somente via internet, através do endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br, no período de 30 de setembro a 30 de outubro.

Para os candidatos que não tiverem acesso à internet, será disponibilizado um posto de atendimento, no CET FAESA, em Monte Belo – Vitória/ES, com microcompuador, scanner e atender para viabilizar a inscrição.  O posto funcionará de 10 às 15h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados.

A taxa de inscrição é no valor de R$45,00, tanto para cargos de nível médio quanto para nível superior.

Cargos e vagas

O certame da Prefeitura de Vitória traz 142 vagas para diversos cargos de níveis fundamental, médio e superior. Confira abaixo os cargos ofertado.

Carreira

Para ingressar nas carreiras da Prefeitura de Vitória no Espírito Santo, é necessário a apresentação de diploma ou certificado de nível fundamental, médio ou superior, conforme requisito do cargo que o candidato irá concorrer.

Requisitos

Confira abaixo a tabela de requisitos e as atribuições para cada cargo ofertado no edital do Município de Vitória.

blank

blank

blankblank

blank

blank

blank

blank

Etapas

O certame será constituído de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para os cargos de níveis fundamental, médio e superior.

Para os cargos de nível superior, terá uma segunda etapa, onde os candidatos terão que realizar a prova de títulos

Prova objetiva

A prova objetiva será composta de 50 (cinquenta) questões, com 4 (quatro) alternativas, sendo que cada questão terá apenas uma alternativa correta.

As avaliações irão acontecer no dia 01 de dezembro, na cidade de Vitória no Estado do Espírito Santo, podendo ser aplicada também em cidades vizinhas, caso o número de inscritos ultrapasse a capacidade de alocação do município.

Disciplinas

Confira abaixo as disciplinas, número e peso das questões, referente às provas de cada nível de escolaridade

blank

Avaliação de Títulos

A prova de títulos será aplicada apenas para os cargos de nível superior, de caráter classificatório. Participarão dessa fase, apenas os candidatos que obtiverem a pontuação necessária na prova objetiva.

Confira na tabela abaixo os títulos que serão aceitos e a pontuação de cada título.

blank

Resumo do concurso Prefeitura de Vitória – ES

Concurso Prefeitura Municipal de Vitória – ES (Concurso Prefeitura de Vitória ES)
Banca organizadora Instituto AOCP
Cargos
Escolaridade Fundamental, Médio e Superior
Carreiras Prefeituras
Lotação Vitória – ES
Número de vagas 142 vagas
Remuneração R$ 1.354,10 e R$ 8.143,00
Inscrições 30/09/2019 a 30/10/2019
Taxa de inscrição R$45,00
Data da prova objetiva 01/12/2019
Link do edital Clique aqui e confira o edital 

The post Concurso Prefeitura de Vitória ES: iniciais de até 8 mil! Veja! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Concurso PC PA: 1.495 vagas confirmadas! Banca em definição!

Ótima notícia para os concurseiros! A Polícia Civil do Estado do Pará (Concurso PC PA) anunciou em suas redes sociais, a distribuição das vagas por cargo do novo concurso público que será lançado. Confira na matéria todas as informações do certame.

Saiba todos os detalhes navegando no índice:

Situação atual

No dia 25 de setembro, a corporação divulgou no Facebook e no Instagram oficial da Polícia Civil do Pará (PC PA) quais serão os cargos e vagas que estarão no novo concurso público.

Veja abaixo:

Concurso PC PA

Concurso PC PA: vagas por cargo.

Anteriormente, no dia 18 de setembro, foi definida a Comissão Especial Licitatória que ficará responsável pela contratação da empresa especializada para a realização do certame.

Por meio da ação da Secretaria de Estado de Administração foi publicado no Diário Oficial do Estado do Pará os nomes dos membros da Comissão Especial de Licitação.

Edemilson Fagundes Barbosa, Iris Alves Miranda Negrão, Irenildes Francisca Albuquerque, Maria Cristina Roma de Jesus e Roberto Gomes Neto. (Clique aqui e veja o documento)

Com a contratação da banca, o edital pode ser publicado ainda em 2019! Vale ressaltar que a comissão responsável pela organização inicial do certame já está instituída.

Cargos e vagas

De acordo com o anúncio do órgão, as oportunidades serão distribuídas da seguinte forma:

  • Delegado de Polícia Civil – 265 vagas
  • Escrivão – 252 vagas
  • Investigador – 818 vagas
  • Papiloscopista – 160 vagas

Requisitos

Segundo informações extraídas do ultimo edital PC PA, os requisitos para candidatura nos cargos são:

  • Delegado de Polícia Civil

Requisitos: diploma em curso de nível superior completo de bacharel em Direito, fornecido por instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

  • Escrivão de Polícia Civil – EPC

Requisitos: possuir graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

  • Investigador de Polícia Civil – IPC

Requisitos: ter graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação e possuir Carteira Nacional de Habilitação válida.

  • Papiloscopista

Requisitos: possuir graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Qual a carga horária?

Ela será integral para todos os cargos, exigindo exclusiva dedicação às atividades do cargo com jornada semanal de 44 (quarenta e quatro) horas, respeitadas as peculiaridades da ocupação. Podendo ser convocado a qualquer tempo, a critério da Administração da Polícia Civil – PA.

Atribuições

O delegado PC PA irá dirigir, coordenar, supervisionar e fiscalizar as atividades administrativas e operacionais do órgão ou unidade policial sob sua direção; cumprir e fazer cumprir, no âmbito de sua competência, as funções institucionais da Polícia Civil. Além disso, planejar, dirigir e coordenar, com base na estatística policial e no conhecimento produzido pela atividade de inteligência policial, as operações policiais no enfrentamento efetivo à criminalidade, na área de sua competência e demais atividades previstas na legislação vigente.

Cabe ao Escrivão PC PA participar na formação de inquéritos policiais e procedimentos administrativos, sob a presidência da autoridade Policial competente; expedir, mediante requerimento deferido pela autoridade Policial competente, certidões e translado. Também executar tarefas administrativas atinentes à atividade cartorária; responder pela guarda de objetos apreendidos, dando-lhes destinação legal, de acordo com a determinação da autoridade competente, bem como a escrituração dos livros de registro prisional e demais tarefas a que for designado.

O profissional Investigador de Polícia Civil PA terá que proceder, mediante determinação da autoridade Policial, às diligências e investigações policiais com o fim de coletar elementos para a elucidação de infrações penais ou administrativas para instrução dos respectivos procedimentos legais. Ademais, efetuar prisões em flagrantes ou mediante mandato (conduzir e escoltar presos); cumprir mandados expedidos pela autoridade Policial ou judiciária competente; operar equipamento de comunicações; conduzir veículos automotores e outros meios de transporte, desde que habilitado e também auxiliar nas demais pedidos da autoridade policial ou chefia competente.

O papiloscopista PC PA irá desempenhar atividades relacionadas ao cumprimento das formalidades legais necessárias aos inquéritos, aos processos e aos demais serviços cartorários. Atividades a ser realizadas são também colher as impressões digitais no vivo e no morto, para fins de identificação civil e criminal; proceder à identificação papiloscópica e necroscopapiloscópica com a elaboração do respectivo laudo técnico; proceder à perícia iconográfica e ao retrato falado, com a elaboração do respectivo laudo técnico; planejar e desenvolver pesquisa na busca de aperfeiçoamento e na especialização na área.

Último concurso PC PA Delegado

O último concurso para Delegado da Polícia Civil do Pará ocorreu em 2016 para provimento de 150 vagas efetivas. O edital foi organizadora pela Fundação Carlos Augusto Bittencourt – FUNCAB e ofertou iniciais de R$ R$ 12.250,00.

Todas as informações do certame podem ser acessadas no link abaixo:

Concurso PC PA – Delegado

Último concurso PC PA

A Fundação Carlos Augusto Bittencourt foi a banca organizadora do concurso anterior PC PA.

O concurso público teve o prazo de validade de 01 ano, contado da data da publicação da homologação, podendo ser prorrogado uma única vez e por igual período, a critério exclusivo da Polícia Civil do Estado do Pará.

O certame foi composto de duas etapas, veja a seguir:

A primeira etapa foi sob responsabilidade da FUNCAB.

  • Prova objetiva
  • Prova de capacidade física
  • Exame médico
  • Exame psicológico
  • Investigação criminal e social

A segunda etapa correspondeu ao Curso de Formação, de responsabilidade da Polícia Civil do Estado do Pará, sendo realizado e ministrado pela Academia de Polícia Civil/IESP, no Município de Marituba/PA.

Disciplinas

Investigador/Escrivão

  • Língua Portuguesa,
  • Noções de Informática,
  • Raciocínio Lógico,
  • Noções de Direito Administrativo,
  • Noções de Direito Constitucional,
  • Noções de Direito Penal,
  • Noções de Direito Processual Penal,
  • Legislação Especial e
  • Noções de Medicina Legal.

Papiloscopista

  • Língua Portuguesa,
  • Noções de Informática,
  • Raciocínio Lógico,
  • Noções de Direito Administrativo,
  • Noções de Direito Constitucional,
  • Noções de Direito Penal,
  • Noções de Identificação,
  • Noções Básicas de Química e
  • Noções de Medicina Legal.

Estrutura da prova

As provas foram aplicadas nas cidades de Belém, Marabá, Altamira e Santarém. Os inscritos tiveram o tempo de 5 (cinco) horas para a realização.

Do tipo múltipla escolha, a prova foi composta de 80 questões com valor de 0 (zero) até 10 (dez) pontos.

Vale lembrar que algumas disciplinas tiveram o peso/valor diferenciado.

Prova objetiva

Foram classificados na prova objetiva e considerados aptos para a etapa posterior, os melhores pontuados de acordo com a classificação abaixo:

  • 900 – Investigador,
  • 540 – Escrivão e
  • 60 – Papiloscopista.

Foram respeitados os empates daqueles que possuírem nota idêntica na última colocação e não tiver obtido nota inferior a 6,0 (seis) pontos na prova.

Teste de aptidão física

A prova de capacidade física foi estruturada de:

  • Teste de Flexo-Extensão de cotovelos,
  • Teste de abdominal,
  • Teste de corrida de 12 minutos e
  • Natação.

Foram concedidas duas tentativas ao candidato, exceto para o exercício da corrida. O intervalo mínimo entre a primeira e a segunda tentativa foi de, no mínimo, 15 minutos.

Em relação ao resultado da prova de capacidade física não foi atribuído pontos ou notas, sendo o candidato considerado apto ou inapto, de acordo com as exigências mínimas estabelecidos no edital de abertura do concurso público.

Teste psicotécnico

O exame psicológico teve presença obrigatória a todos os aprovados nas fases anteriores, sob pena de eliminação.

A avaliação psicológica foi realizada mediante o emprego de um conjunto de técnicas e instrumentos científicos validados pelo Conselho Federal de Psicologia – CFP.

O objetivo foi propiciar um prognóstico a respeito do desempenho do candidato, suas características intelectivas, motivacionais e de personalidade compatíveis com a multiplicidade, periculosidade e sociabilidade inerente às atribuições das diversas funções institucionais da Polícia Civil do Pará, além do porte e uso de arma de fogo.

Curso de Formação

Os candidatos aprovados na primeira fase do concurso público serão convocados para a apresentação dos documentos necessários para a matrícula no Curso de Formação, segundo a ordem de classificação e dentro do número exato de vagas indicados no edital.

De caráter eliminatório e classificatório, o Curso de Formação foi realizado na Academia de Polícia Civil. A carga horária mínima foi de 680 horas/aulas, distribuídas em aulas técnicas e práticas e em estágios supervisionados nas unidades policiais, nos horários matutinos e vespertinos.

Foi exigido do aluno, a frequência obrigatória mínima de 85% por disciplina e obediência e todas as demais regras regimentais da Academia de Polícia.

Materiais gratuitos

O novo edital pode ser publicado a qualquer momento. Que tal se preparar com quem mais entende do assunto? O Gran Cursos Online disponibiliza, de forma gratuita, diversos materiais com professores especializados do mercado. Confira abaixo:

  • E-books e apostilas,
  • Editais verticalizados,
  • Cursos gratuitos,
  • Questões, Simulados e Provas comentadas.

Acesse nossa página de materiais gratuitos para concursos públicos (clique aqui), estude e saia na frente da concorrência.

Resumo do concurso PC PA

Concurso Polícia Civil do Estado do Pará (concurso PC PA)
Banca organizadora A definir
Cargos Delegado, Escrivão, Investigador e Papiloscopista
Escolaridade Nível superior
Carreiras Segurança Pública
Lotação Distribuição no Estado do Pará
Número de vagas
  • Delegado – 265 vagas,
  • Escrivão – 252 vagas,
  • Investigador – 818 vagas e
  • Papiloscopista – 160 vagas.

Total de vagas – 1.495

Remuneração de R$ 5.204,05 a R$ 12.250,00 (de acordo com o último edital)
Situação VAGAS CONFIRMADAS E BANCA EM DEFINIÇÃO!
Taxa de inscrição A definir
Data da prova objetiva A definir
Link do edital Clique aqui e confira o último edital

The post Concurso PC PA: 1.495 vagas confirmadas! Banca em definição! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Concurso TJ SC: Tribunal oficializa a FCC como banca!

O Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina oficializou nesta quarta-feira (26), a Fundação Carlos Chagas – FCC, como a empresa responsável por organizar, planejar e executar o novo certame para o quadro de servidores do órgão (concurso TJ SC). A  oficialização foi divulgada no Diário da Justiça de Santa Catarina, com a publicação do extrato do contrato entre a FCC e o TJ de Santa Catarina.

O novo edital irá ofertar 2 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva para cargos de Analista Administrativo, Assistente Social, Psicólogo, Analista de Sistema, Médico e Técnico Judiciário Auxiliar.

Com a formalização do contrato, o próximo passo é a publicação do edital, que deverá sair ainda este ano. O último certame do TJ SC encontra-se válido até 2020, porém existem hoje cerca de 782 cargos vagos.

Veja abaixo o menu com informações sobre o edital instituição x:

 

Concurso TJ SC: Situação atual

O edital do concurso do TJ de Santa Catarina está próximo de ser publicado, isso porque, nesta segunda-feira (26), foi publicado o extrato do contrato entre o Tribunal de Justiça de Santa Catarina e a empresa FCC. A banca será a responsável pelo próximo concurso do órgão, que irá ofertar vagas imediatas e cadastro de reserva.

A equipe de comunicação do Gran Cursos Online teve acesso exclusivo, através de fontes confiáveis, ao contrato entre o TJ SC e a FCC. Nele, pode ser visto os cargos ofertados e quantidade de vagas. Clique aqui e confira o contrato completo!

Confira abaixo a publicação do extrato, que traz a escolha da Fundação Carlos Chagas como banca organizadora, a vigência do contrato e o valor da contratação. Após o contrato assinado, a próxima etapa é a publicação do edital.

 

concurso TJ SC

De acordo com o documento, o edital será para provimento de vagas e formação de cadastro reserva do quadro de pessoal efetivo do Poder Judiciário do Estado. Vale ressaltar, que o último concurso do órgão aconteceu em 2018 e encontra-se válido até o próximo ano.

No último dia 6 de setembro, foi divulgado no Diário da Justiça do estado, a dispensa de licitação que escolheu a empresa FCC como a empresa que irá planejar e organizar o próximo concurso do órgão.

Concurso TJ SC: dispensa de licitação.

Concurso TJ SC: dispensa de licitação.

 

Concurso TJ SC: Remuneração e Benefícios

De acordo com o último edital publicado em 2018, as remunerações iniciais do Tribunal de Justiça de Santa Catarina são de R$3.576,54  para nível médio e de R$ 6.156,63 para cargos de nível superior. A carga horária para ambos os cargos é de 35h semanais e o horário de funcionamento do órgão é de 12h às 19h, ou seja, são 7h de trabalho ininterruptas.

Vale lembrar, que além dos vencimentos básicos os servidores possuem ainda outros benefícios .

Benefícios do TJ SC

  • Auxílio alimentação
  • Auxílio creche
  • Auxílio funeral
  • Auxílio saúde
  • Bolsa de Estudo
    – Graduação: os servidores têm direito ao benefício desde que tenham matriculas nos cursos de Administração, Arquitetura, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Direito, Economia, Enfermagem, Engenharia, Letras – Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, Psicologia, Serviço Social e Sistemas de Informação. Nas áreas de Administração e Engenharia, os cursos deverão estar correlacionados com as atividades do Poder Judiciário catarinense. O valor é de 100% (cem por cento) da mensalidade paga pelo servidor à instituição de ensino, em relação ao curso de Direito, e em 70% (setenta por cento), em relação aos demais cursos de graduação.
    – Pós-Graduação: concessão de bolsas aos cursos relacionados a área jurídica e aos correlacionados com as as atividades de apoio do Poder Judiciário. O valor do auxílio será de 100% (cem por cento) da mensalidade do curso, no caso de mestrado e doutorado em direito, e de 70% (setenta por cento) da mensalidade nos demais casos.
    – Escola Superior da Magistratura do Estado de SC – Esmesc: O valor do auxílio é de 70% (setenta por cento) da mensalidade paga regularmente pelo beneficiário
  • Convênio com diversas instituições de ensino (as instituições podem ser consultadas através do endereço: https://www.tjsc.jus.br/web/servidor/convenios-com-instituicoes-ensino).
  • Inclusão de dependentes: o servidor pode indicar dependentes para fins de dedução de parcela do imposto de renda e/ou para futuro benefício previdenciário.

Concurso TJ SC: Cargos e vagas

O novo edital do TJ prevê 2 vagas mais formação de cadastro de reserva. A equipe de comunicação do Gran Cursos Online, obteve com exclusividade, através da assessoria de imprensa do TJ SC, os cargos que estarão previstos no próximo edital. Confira!

Analista Administrativo
– Lotação: Secretaria do Tribunal de Justiça;
– Número de vagas: Cadastro de Reserva;
– Jornada de trabalho: 7 (sete) horas diárias ininterruptas e 35 (trinta e cinco) horas semanais;
– Nível de Escolaridade/Pré-requisito: Portador de diploma de Curso Superior em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas ou Direito;
– Remuneração: vencimento de R$ 6.639,06 (seis mil, seiscentos e trinta e nove reais e seis centavos) e auxílio alimentação de R$ 1.160,00 (mil e cento e sessenta reais).

Analista de Sistemas
– Lotação: Secretaria do Tribunal de Justiça;
– Número de vagas: 1 (uma) vaga;
– Jornada de trabalho: 7 (sete) horas diárias ininterruptas e 35 (trinta e cinco) horas semanais
– Nível de Escolaridade/Pré-requisito: Portador de diploma de curso superior em Ciências da Computação, Engenharia da Computação ou Sistemas de Informação;
– Remuneração: vencimento de R$ 6.639,06 (seis mil, seiscentos e trinta e nove reais e seis centavos) e auxílio alimentação de R$ 1.160,00 (mil e cento e sessenta reais).

 Assistente Social
– Lotação: Regiões I a IX;
– Número de vagas: Cadastro de Reserva;
– Jornada de trabalho: 7 (sete) horas diárias ininterruptas e 35 (trinta e cinco) horas semanais
– Nível de Escolaridade/Pré-requisito: Portador de diploma de curso superior de Assistente Social, com o registro no respectivo órgão fiscalizador do exercício profissional;
– Remuneração: vencimento de R$ 6.639,06 (seis mil, seiscentos e trinta e nove reais e seis centavos) e auxílio alimentação de R$ 1.160,00 (mil e cento e sessenta reais).

Médico
– Lotação: Secretaria do Tribunal de Justiça;
– Número de vagas: 1 (uma) vaga;
– Jornada de trabalho: 20 (vinte) horas semanais;
– Nível de Escolaridade/Pré-requisito: Portador de diploma de Curso Superior em Medicina, com registro no respectivo órgão fiscalizador do exercício profissional;
– Remuneração: vencimento de R$ 6.639,06 (seis mil, seiscentos e trinta e nove reais e seis centavos) e auxílio alimentação de R$ 1.160,00 (mil e cento e sessenta reais).

Psicólogo
– Lotação: Regiões I a IX;
– Número de vagas: Cadastro de Reserva;
– Jornada de trabalho: 7 (sete) horas diárias ininterruptas e 35 (trinta e cinco) horas semanais, conforme previsto no art. 10 da Lei Complementar Estadual n. 493/2010;
– Nível de Escolaridade/Pré-requisito: Portador de diploma de curso superior em Psicologia, com registro no respectivo órgão fiscalizador do exercício profissional;
– Remuneração: vencimento de R$ 6.639,06 (seis mil, seiscentos e trinta e nove reais e seis centavos) e auxílio alimentação de R$ 1.160,00 (mil e cento e sessenta reais).

Técnico Judiciário Auxiliar
– Lotação: Regiões I, II e VIII;
– Número de vagas: Cadastro de Reserva;
– Nível de Escolaridade/Pré-requisito: Portador de diploma de ensino médio, expedido por Instituição reconhecida pelo Ministério da Educação;
– Jornada de trabalho: 7 (sete) horas diárias ininterruptas e 35 (trinta e cinco) horas semanais, conforme previsto no art. 10 da Lei Complementar Estadual n. 493/2010;
– Remuneração: vencimento de R$ 3.856,79 (três mil, oitocentos e cinquenta e seis reais e setenta e nova centavos) e auxílio alimentação de R$ 1.160,00 (mil e cento e sessenta reais).

De acordo com o Portal da Transparência do TJ SC, existem hoje, 782 cargos vagos no órgão, sendo divididos da seguinte forma:

– Analista Judiciário: 148 cargos vagos

– Técnico Judiciário: 438 cargos vagos

– Auxiliar Judiciário: 60 cargos vagos

– Serviços diversos: 136 cargos vagos

Carreira

Para se tornar um servidor efetivo do TJ SC, é necessário a realização de concurso público e cumprir as exigências de comprovação de escolaridade, como apresentação de diplomas de níveis médio e superior. Além disso, os servidores podem contar com a progressão de carreira, por avaliação de desempenho, aperfeiçoamento e tempo de serviço.

Requisitos 

Abaixo, é possível conferir quais os requisitos para ingresso nos cargos que serão ofertados no futuro edital do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Confira:

Analista de administração –  diploma de curso superior em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas ou Direito

Analista de sistema – diploma de curso superior em Ciências da Computação, Engenharia da Computação ou Sistemas de Informação

Assistente social – diploma de curso superior de Assistente Social, com o registro no respectivo órgão fiscalizador do exercício profissional

Médico – diploma de Curso Superior em Medicina, com registro no respectivo órgão fiscalizador do exercício profissional

Psicólogo – diploma de curso superior em Psicologia, com registro no respectivo órgão fiscalizador do exercício profissional

Técnico Judiciário Auxiliar – diploma de ensino médio, expedido por Instituição reconhecida pelo Ministério da Educação

Atribuições

Analista Administrativo – Atividades de planejamento, organização, coordenação, supervisão técnica, estudo, pesquisa, elaboração de laudos, pareceres ou informações e execução de tarefas de elevado grau de complexidade, relativas às áreas da Administração, Economia, Contabilidade e Direito, a fim de fornecer suporte administrativo aos órgãos do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeiro Grau relacionado a recursos humanos, material e patrimônio, licitações e contratos, orçamento e finanças, controle interno e auditoria, segurança e transporte e outras atividades complementares de apoio administrativo. Atuar como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Analista de Sistemas –  Atividades relacionadas com a análise dos sistemas, coordenando a implantação, propondo alterações, efetuando a manutenção necessária, com a finalidade de otimizar a área de Processamento de Dados.

Assistente Social Atividades relacionadas com o auxílio, orientação, coordenação, mobilização, articulação, planejamento, cooperação, estudo social, perícia social, mediação familiar e demais atividades sócio-jurídicas pertinentes à profissão, com os servidores do Judiciário e os usuários da Justiça. Atuar como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Médico – Atividades relacionadas com atendimento médico, avaliação e promoção da saúde.

Psicólogo – Atividades relacionadas com a área da Psicologia Organizacional e da Psicologia Clínica: desenvolvimento de ações relacionadas ao tratamento psicológico em consultório e ambulatório; avaliações do estado psicológico de servidores e magistrados; avaliação psicológica de candidatos participantes de concursos públicos realizados pelo Poder Judiciário; atuação no planejamento e execução de políticas de cidadania, direitos humanos e prevenção da violência. Atuar como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Técnico Judiciário Auxiliar: Atividades relacionadas com serviços de organização, execução e controle de serviços técnicos-administrativos. Atuar como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Concurso TJ SC: Último concurso

Em 2018 aconteceu o último concurso do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, que ficou sob responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas – FGV e ofertou 26 vagas mais cadastro de reserva, para cargos de níveis médio e superior.

Etapas

O certame foi constituído de uma única etapa, com prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, para cargos de nível médio e superior, com 4 (quatro) horas de duração cada.

Prova objetiva

As provas objetivas foram compostas por 70 questões, com 5 alternativas e apenas um resposta correta. Cada questão teve o valor de 1 ponto.

As provas foram realizadas nas cidades de Florianópolis, Blumenau, Joiville, Itajaí, Canoinhas, Chapecó e Joaçaba.

Disciplinas

Confira o conteúdo programático que foi cobrado em cada cargo:

Oficial de Justiça e Avaliador

  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico
  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal

Oficial da Infância e Juventude

  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico
  • Direito da Criança, do Adolescente e do Idoso
  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Processual Civil
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal

Analista Jurídico

  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico
  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito Penal
  • Direito Processal Penal

Analista Administrativo

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • Administração
  • Administração Pública
  • Administração Orçamentária e Financeira

Arquiteto

  • Língua Portguesa
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • História da Arquitetura – Lei Federal nº 10.257/01

Engenheiro Civil

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • Projeto, Planejamento e Controle de Obras

Engenheiro Eletricista

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • Circuitos Elétricos Lineares

Enfermeiro

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • Sistema Único de Saúde – SUS

Técnico Judiciário Auxiliar

  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Civil
  • Noções de Direito Processual Civil
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal

Estrutura da prova

Confira abaixo as disciplinas que foram cobradas e o número de questões para cada cargo:

 Técnico Judiciário Auxiliar:

blank

 

 

 

 

 

 Analista Administrativo, Engenheiro Civil, Arquiteto, Engenheiro Eletricista e Enfermeiro

blank

 

 

 

 

 

Oficial da infância e Juventude, Analista Jurídico e Oficial de Justiça e Avaliador

blank

 

 

 

 

 

Foi considerado aprovado do certame, o candidato que, cumulativamente

a) acertou no mínimo, 50% (cinquenta por cento) do total da prova, ou seja, 35 (trinta e cinco)
questões para todos os cargos;
b) acertou, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) do módulo de Conhecimentos Específicos, ou
seja, 20 (vinte) questões para o cargo de Nível Médio e 20 (vinte) questões para os cargos de
Nível Superior;
c) acertou no mínimo 1 (uma) questão em cada uma das disciplinas contidas na prova.

O concurso TJ SC, preencheu cadastro de reserva para os cargos de Analista Administrativo, Analista Jurídico e Engenheiro Civil, todos com formação superior, 05 (cinco) vagas mais cadastro de reserva para o cargo de Oficial de Justiça e Avaliador, 01 (uma) vaga mais cadastro de reserva para o cargo de Oficial da Infância e Juventude, 01 (uma) vaga para o cargo de Arquiteto, 01 (uma) vaga para o cargo de Engenheiro Eletricista, 01 (uma) vaga para o cargo de Enfermeiro e 17 (dezessete) vagas mais cadastro de reserva para o cargo de Técnico Judiciário Auxiliar.

O concurso tem validade até 2020, podendo se prorrogado por mais dois anos, a critério do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina.

A nota final do certame foi a nota obtida na Prova Objetiva.

Nota de corte

Confira a nota de corte de cada cargo e a cidade para lotação do último concurso do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Analista administrativo – 55 pontos

Analista Jurídico- 55 pontos

Oficial de Justiça e Avaliador (Otacílio Costa) – 59 pontos

Oficial de Justiça e Avaliador (Porto União) – 53 pontos

Oficial de Justiça e Avaliador (Canoinhas) – 51 pontos

Oficial de Justiça e Avaliador (Mafra) – 58 pontos

Oficial de Justiça e Avaliador (Leblon Régis) – 56 pontos

Oficial da Infância e Juventude (Leblon Régis) – 61 pontos

Arquiteto (Secretaria do TJ) – 54 pontos

Engenheiro Eletricista (Secretaria do TJ) – 56 pontos

Engenheiro Civil – 55 pontos

Enfermeiro (Secretaria do TJ) – 57 pontos

Técnico Judiciário (Anita Garibaldi) – 62 pontos

Técnico Judiciário (Curitibanos) – 62 pontos

Técnico Judiciário (Otacílio) – 63 pontos

Técnico Judiciário (São Joaquim) – 60 pontos

Técnico Judiciário (Itapoá) – 61 pontos

Técnico Judiciário (Rio do Campo) – 62 pontos

Técnico Judiciário (Trombudo Central) – 64 pontos

Técnico Judiciário (Camboriú) – 65 pontos

Técnico Judiciário (São João Batista) – 61 pontos

Técnico Judiciário (Tijucas) – 65 pontos

Técnico Judiciário (Canoinhas) – 64 pontos

Técnico Judiciário (São Bento do Sul) – 64 pontos

Técnico Judiciário (Capinzal) – 61 pontos

Técnico Judiciário (Catanduvas) – 64 pontos

Técnico Judiciário (Herval d’Oeste) – 62 pontos

Técnico Judiciário (Joaçaba) – 63 pontos

Técnico Judiciário (Lebon Régis) – 63 pontos

Motivos para fazer o concurso

O TJ SC, além de ser um dos Tribunais de Justiça que possui uma boa remuneração, o órgão oferece diversos benefícios para o servidor que ingressam em suas carreiras. Há diversas progressão que ajudam o servidor a alcançar a classe final de diversas carreiras.

Outra motivo para que os candidatos possam realizar o certame é a cargo horário, pois o Tribunal possuiu um carga horário de 35h semanais, ou seja, são 7 horas de trabalho diário.

 

Resumo do concurso Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina

Concurso Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina (concurso TJ SC)
Banca organizadora Fundação Carlos Chagas – FCC
Cargos Analista Administrativo, Assistente Social, Psicólogo, Analista de Sistema, Médico e Técnico Judiciário Auxiliar
Escolaridade  Níveis médio e superior
Carreiras Tribunais
Lotação Santa Catarina – Rio Grande do Sul
Número de vagas 2 vagas + cadastro de reserva
Remuneração R$ 3.576,54 e R$ 6.156,63
Situação Contrato com a banca assinado
Link do edital  Clique aqui e confira o último edital do TJ SC

 

The post Concurso TJ SC: Tribunal oficializa a FCC como banca! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Concurso IBGE: novas informações! Mais de 2 mil vagas!

Atenção interessados no concurso público do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (concurso IBGE)! Acaba de ser divulgada uma nota no site do instituto com o objetivo de manter a Função de Coordenador Censitário Subárea (CCS) como cargo de formação para “Ensino Médio completo”, conforme previsto no Edital 03/2019, publicado no DOU de 25/9/2019.

Até o ano que vem, o IBGE deve contratar 234.416 trabalhadores temporários para compor do Censo Demográfico 2020! De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, todos os editais devem ser publicados até maio de 2020.

No dia 25 de setembro foi publicado mais um edital. Desta vez foram 2.658 vagas para os cargos de Coordenador Censitário de Subárea e Agente Censitário Operacional. Entretanto, o edital do concurso IBGE recém-publicado foi retificado. Segundo a retificação do edital, para o cargo de Coordenador Censitário, será requisito mínimo o diploma de conclusão de ensino superior em qualquer área e a apresentação da Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, sendo válida, no mínimo, a categoria B para o ingresso no cargo.

Em contato com a Assessoria de Comunicação do órgão, a Equipe do Gran Cursos Online foi informada que aqueles que se candidataram ao cargo de Coordenador Censitário de Subárea (CCS) e não mais se encaixam no perfil, terão o valor da inscrição ressarcido ou poderão optar pelo outro cargo de nível médio de Agente Censitário Operacional (ACO).

Confira abaixo todas as principais atualizações sobre o concurso IBGE, remunerações, cargos previstos, requisitos e etapas de prova.

Navegue pela matéria utilizando do índice abaixo:

Concurso IBGE: situação atual

Um novo edital IBGE foi publicado! São 2.658‬ vagas para os cargos de Coordenador Censitário Subárea e Agente Censitário Operacional.

De acordo com o documento, as inscrições estarão abertas a partir de hoje (25) às 10h e seguem até às 16h do dia 15 de outubro de 2019. A taxa de inscrição varia de acordo com o cargo, sendo R$ 58 para coordenador e R$ 42,50 para agente.

Para se candidatar é preciso acessar o site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca responsável pelo certame! (https://www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibgepss2019).

De acordo com a recente retificação do edital, para o cargo de Coordenador Censitário, será requisito mínimo o diploma de conclusão de ensino superior em qualquer área e a apresentação da Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, sendo válida, no mínimo, a categoria B para o exercício do cargo. Já para o cargo de Agente Censitário, será requisito mínimo somente o diploma de conclusão do ensino médio.

Os cargos de Coordenação contam com a remuneração inicial de R$ 3.100,00. Já para o cargo de Agente Censitário, o vencimento básico será de R$ 1.700,00. Os contratos, para ambos os cargos, serão de no máximo 12 meses, podendo ser prorrogados por mais um ano.

Confira mais detalhes aqui!

Concurso IBGE: remuneração, vagas e nível de escolaridade

Ao todo, o concurso IBGE ofertará vagas para todos os municípios do país e tem como foco o Censo Demográfico 2020. As contratações dos aprovados acontecerão a partir de janeiro de 2020 e o Instituto já está autorizado a contratar, por tempo determinado, 234.416 profissionais.

Serão ofertadas vagas em diversos cargos de níveis médio e superior, confira abaixo a remuneração, nível de escolaridade e número de vagas, de acordo com o projeto básico:

Coordenador Censitário da Subárea 1

  • Vagas: 600
  • Nível de escolaridade: nível médio
  • Remuneração: R$ 4.000,00

Coordenador Censitário da Subárea 2

  • Vagas: 850
  • Nível de escolaridade: nível médio
  • Remuneração: R$ 4.000,00

Agente Censitário Operacional

  • Vagas: 1.760
  • Nível de escolaridade: nível médio
  • Remuneração: R$ 1.800,00

Supervisor – Call Center

  • Vagas: 4
  • Nível de escolaridade: não informado
  • Remuneração: não informada

Agente Censitário Municipal

  • Vagas: 6.100
  • Nível de escolaridade: nível médio
  • Remuneração: R$ 2.400,00

Agente Censitário Supervisor

  • Vagas: 23.578
  • Nível de escolaridade: nível médio
  • Remuneração: R$ 2.000,00

Codificador Censitário

  • Vagas: 120
  • Nível de escolaridade: não informado
  • Remuneração: não informada

Recenseador

  • Vagas: 196.000
  • Nível de escolaridade: não informado
  • Remuneração: R$ 1.100,00*

*O Recenseador recebe por produção, este valor é uma estimativa. 

O pagamento médio para recenseadores no último censo foi de R$ 2,6 mil.

Supervisor PA

  • Vagas: 1.304
  • Nível de escolaridade: não informado
  • Remuneração: não informada

Recenseador PA

  • Vagas: 4.100
  • Nível de escolaridade: não informado
  • Remuneração: não informada

3 concursos IBGE em 2019

O órgão já foi autorizado a realizar 3 concursos

No dia 25 de março, o ministro da Economia, Paulo Guedes, autorizou o preenchimento de 209 vagas no Censo Experimental. O edital já foi lançado e teve o último dia de inscrições realizado em 09 de junho de 2019. Veja AQUI mais sobre o Censo Experimental.

Os aprovados nesse certame participaram da fase de coleta do Censo Experimental, após essa etapa acontecerá a seleção de temporários que trabalharão no Censo 2020.

Além do mais, o órgão também já publicou um edital para Analista do IBGE com 400 vagas que também já finalizou a fase de inscrições em 23 de julho de 2019. Veja AQUI as informações sobre o concurso IBGE para Analista.

E hoje 25 de setembro o edital com 2.658 vagas para Coordenador Censitário da Subárea e Agente Censitário Operacional foi publicado. Veja AQUI as informações sobre o concurso IBGE para estes cargos

Concurso IBGE Temporário: prova objetiva

As provas objetivas terão caráter eliminatório e classificatório. Terão duração de 4 (quatro) horas e serão realizadas em um domingo à tarde (horário de Brasília), em data a ser divulgada em momento oportuno.

As provas objetivas serão compostas de questões do tipo múltipla escolha, cada questão conterá cinco opções e somente uma correta.

Para as funções de Agente Censitário Operacional e Coordenador Censitário de Subárea, a prova objetiva será realizada, simultaneamente, nos 1.091 municípios com vaga.

O candidato poderá escolher o município onde irá realizar a prova, podendo ser município diverso do local da vaga a que concorre.

Para as funções de Agente Censitário Municipal, Agente Censitário Supervisor e Recenseador a prova será realizada apenas no município de Poços de Caldas-MG.

A composição das provas do concurso IBGE Temporário será a seguinte:

COORDENADOR CENSITÁRIO DE SUBÁREA

  • Língua Portuguesa: 15 questões
  • Noções de Administração e situações gerenciais: 35 questões
  • Raciocínio Lógico: 10 questões

AGENTE CENSITÁRIO OPERACIONAL

  • Língua Portuguesa: 15 questões
  • Raciocínio Lógico: 10 questões
  • Noções de Administração: 35 questões

AGENTE CENSITÁRIO SUPERVISOR E AGENTE CENSITÁRIO MUNICIPAL

  •  Língua Portuguesa: 15 questões
  • Raciocínio Lógico: 10 questões
  • Noções de Administração e situações gerenciais: 25 questões
  • Conhecimentos Técnicos: 10 questões

RECENSEADOR

  • Língua Portuguesa: 15 questões
  • Matemática 15 questões
  • Conhecimentos Técnicos: 20 questões

Concurso IBGE: Censo Experimental

O Processo Seletivo Simplificado destinado a selecionar candidatos para a realização do Censo Experimental 2019 teve seu edital publicado! Ao todo são 209 vagas distribuídas para os seguintes cargos:

  • Agente Censitário Municipal (ACM)
  • Agente Censitário Supervisor (ACS) e
  • Recenseador.

As inscrições do concurso ficaram abertas entre os dias 22 de maio e 09 de junho de 2019. Para participar desta seleção, o candidato precisou ter nível fundamental ou nível médio completo.

Confira no quadro abaixo os detalhes dos cargos ofertados:

Informações sobre cargos do concurso IBGE.

Informações sobre cargos do concurso IBGE.

Quer saber mais sobre o Edital IBGE – Censo Experimental? Clique no link abaixo:

Edital IBGE – Censo Experimental

Concurso IBGE: urgência em realizar novo concurso

Em nota, o IBGE contou as consequência que a falta de verba para realização do Censo Demográfico iria trazer para o país, “o Brasil tem obrigações quanto à disseminação de dados junto ao Fundo Monetário Internacional (FMI), à Divisão de Estatística das Nações Unidas (UNSD) e à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), entre outros, que sofreriam rupturas. Também somos signatários da Agenda 2030 – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, das Nações Unidas, assinada pelo Brasil, o que exige um grande esforço de estruturação do sistema estatístico nacional, a fim de que se possa atender à demanda por 240 diferentes indicadores sociais, ambientais e econômicos para monitorar o cumprimento de suas metas. A ausência do Censo Demográfico de 2020 inviabilizaria um número considerável desses indicadores”.

Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é uma das principais ferramentas para o desenvolvimento de políticas públicas. No Censo 2010, por exemplo, 67,6 milhões domicílios localizados em 5.565 municípios brasileiros foram visitados por mais de 190 mil recenseadores.

Concurso IBGE: Censo Demográfico

Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é uma das principais ferramentas para o desenvolvimento de políticas públicas. No Censo 2010, por exemplo, 67,6 milhões domicílios localizados em 5.565 municípios brasileiros foram visitados por mais de 190 mil recenseadores.

Em nota, o IBGE contou as consequência que a falta de verba para realização do Censo Demográfico iria trazer para o país, “O Brasil tem obrigações quanto à disseminação de dados junto ao Fundo Monetário Internacional (FMI), à Divisão de Estatística das Nações Unidas (UNSD) e à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), entre outros, que sofreriam rupturas. Também somos signatários da Agenda 2030 – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, das Nações Unidas, assinada pelo Brasil, o que exige um grande esforço de estruturação do sistema estatístico nacional, a fim de que se possa atender à demanda por 240 diferentes indicadores sociais, ambientais e econômicos para monitorar o cumprimento de suas metas. A ausência do Censo Demográfico de 2020 inviabilizaria um número considerável desses indicadores”.

Importância do Censo 2020 para o país

Em seminário realizado na Câmara dos Deputados sobre os censos do IBGE, Roberto Olinto, presidente do Instituto, explicou que esse tipo de levantamento é importante, por exemplo, para as discussões relativas à distribuição de impostos federais entre estados e municípios. Isso porque a divisão depende do tamanho da população.

Sem o censo demográfico, o Brasil não conseguiria trabalhar na agenda 2030 das Nações Unidas de Desenvolvimento Sustentável. “Vários dos indicadores de desenvolvimento sustentável são basicamente obtidos no censo”, argumentou o presidente.

Cláudio Crespo, diretor de Pesquisas do IBGE, disse que é importante monitorar a concentração da população em grandes cidades.

Segundo ele, mais de 60% da população vive em cerca de 400 dos 5.570 municípios. “O crescimento da população deve ser revertido a partir de 2040 e os dados de envelhecimento são importantes para a discussão das contas da Previdência Social”, afirmou.

Concurso IBGE: analista censitário – análise do edital

No vídeo abaixo, o professor Aragonê Fernandes explica os detalhes do concurso IBGE.

“É necessário lembrar que são vagas espalhadas pelo país inteiro. Há diversas especialidades também, como desenho, logística, recursos humano, ciências sociais, gestão, infraestrutura, jornalismo etc”, ressalta Aragonê.

Começando sua preparação antecipadamente, há chance maior de conseguir estudar todas as matérias programadas. Comece agora e veja abaixo a análise:

Clique aqui e veja o vídeo!

Resumo do concurso IBGE

Concurso Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (edital IBGE)
Banca organizadora Fundação Getúlio Vargas (FGV)
Cargos diversos
Escolaridade níveis médio e superior 
Carreiras administrativa
Lotação nacional
Número de vagas mais de 234 mil temporárias
Remuneração  até R$ 4 mil
Situação Mais um edital publicado! Link do extrato

The post Concurso IBGE: novas informações! Mais de 2 mil vagas! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Concurso Sedest DF: 42,9% dos aprovados estudaram com o GRAN!

Atenção aos candidatos que realizaram o concurso da Sedest DF, nomeada antigamente de Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (SEDESTMIDH) e agora chamada de SEDES (concurso Sedest DF).

O Instituto Brasil de Educação – IBRAE, organizador de todas as etapas da seleção, divulgou o resultado definitivo das provas objetiva e discursiva que também foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal – DODF.

Nós, do Gran Cursos Online, fizemos um levantamento e tivemos excelentes notícias. Descobrimos que 42,9% dos aprovados no concurso Sedest DF estudaram com o Gran Cursos Online, com o uso da Assinatura Ilimitada ou com o curso específico voltado para o certame.

Saiba mais! De acordo com a nossa verificação interna, 38,04% foram aprovados dentro das vagas para provimento imediato.

Outra excelente novidade é que 5 alunos conquistaram a posição de 1º lugar nos cargos de Especialista em Assistência Social nas áreas: Educador Social, Direito e Legislação, Pedagogia, Psicologia e Nutrição.

Confira abaixo os nossos destaques no concurso Sedest DF:

  • Educador Social – 7 aprovados de 15 vagas,
  • Ciências Contábeis – 1 aprovado de 3 vagas,
  • Direito e Legislação – 5 aprovados de 10 vagas,
  • Pedagogia – 6 aprovados de 8 vagas,
  • Economia – 1 aprovado de 3 vagas,
  • Psicologia – 20 aprovados de 49 vagas,
  • Serviço Social – 30 aprovados de 83 vagas e
  • Nutrição – 1 aprovado de 5 vagas.

O concurso Sedest DF ofertou vagas para ingresso em cargos com exigência de níveis médio e superior.

Confira as ocupações indicadas no edital:

  • Agente Social,
  • Cuidador Social,
  • Técnico em Assistência Social (Técnico-Administrativo)
  • Especialista em Assistência Social nas áreas:
    • Administração,
    • Ciências Contábeis,
    • Comunicação Organizacional,
    • Comunicação Social,
    • Economia,
    • Estatística,
    • Nutrição,
    • Educador Social,
    • Direito e Legislação,
    • Pedagogia,
    • Psicologia e
    • Serviço Social.

 

Resumo do concurso Sedest DF

Concurso Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (antigo nome)
Banca organizadora Instituto Brasil de Educação – IBRAE
Cargos Diversos
Escolaridade Níveis médio e superior
Carreiras Assistência Social
Lotação Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social – SEDES (nome atual)

Distrito Federal

Número de vagas 314 + 1.570 CR
Situação Resultado final divulgada pelo IBRAE e DODF!

The post Concurso Sedest DF: 42,9% dos aprovados estudaram com o GRAN! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Edital TCDF: Lei que altera plano de carreira é sancionada!

Nesta quinta-feira, 26 de setembro, o concurso do Tribunal de Contas do Distrito Federal (edital TCDF) foi autorizado.

 Navegue pela matéria utilizando o índice abaixo:

Edital TCDF: situação atual

O Plenário do Tribunal de Contas do Distrito Federal decidiu por unanimidade autorizar a realização do concurso TCDF.

A sessão administrativa foi realizada na tarde desta quinta-feira, 26 de setembro.

O certame irá oferta 12 vagas para os cargos de

  • 1 vaga para Procurador do Ministério Público junto ao TCDF;
  • 1 vaga para Auditor do TCDF (Conselheiro-Substituto); e
  • 10 vagas para Auditor de Controle Externo.

O edital deve ser publicado ainda em 2019. As comissões organizadoras terão 30 dias para definir a banca organizadora do certame e mais 30 dias para publicar o edital.

A previsão é de que as provas sejam aplicadas entre fevereiro e março de 2020.

Lei que altera plano de carreira é sancionada

O Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, sancionou a Lei n. 6.388, de 24 de setembro de 2019 que altera o Anexo I-C da Lei n. 5.662, de 1º de julho de 2016 na parte que dispõe sobre a estrutura remuneratória dos cargos de Auditor de Controle Externo, Analista de Administração Pública, Técnico de Controle Externo e Técnico de Administração Pública.

Confira abaixo a Lei publicada no Diário Oficial do Distrito Federal nesta última quarta-feira, 25 de setembro:

blank

Edital TCDF: Lei publicada no DODF.

Confira o plantão GCO com o professor Anderson Ferreira sobre o assunto

Edital TCDF: movimentações no processo

No dia 19 de setembro, o processo do certame que visa à abertura do concurso público do Tribunal de Contas do Distrito Federal teve 19 novas movimentações. Veja:

blank

Concurso TCDF registra novas movimentações.

Edital TCDF: Projeto de lei que visa alterar Plano de Carreiras é aprovado na CLDF

No dia 17 de setembro, o Projeto de Lei n. 615/2019 que altera o plano de carreira dos servidores do Tribunal de Contas do Distrito Federal foi aprovado pela Câmara Legislativa do Distrito Federal.
O intuito do projeto é ampliar o escalonamento de classes e padrões de vencimentos dos seguintes cargos de:

nível superior

  • Auditor de Controle Externo; e
  • Analista de Administração Pública.

nível médio

  • Técnico de Administração Pública; e
  • Técnico de Controle Externo.

A proposta prevê o acréscimo de mais uma classe, com vencimentos inferiores ao atual.
Desta forma, o vencimento inicial para os cargos de Auditor de Controle Externo e Analista de Administração Pública passaria de R$ 18.386,63 para R$ 16.187,72.
Já para os cargos de Técnico de Controle Externo e Técnico de Administração Pública, o projeto prevê vencimento inicial de R$ 9.494,61. O vencimento atual para esses cargos é de R$ 11.010,87.
Válido lembrar que quanto aos atuais ocupantes de cargos efetivos destes cargos serão mantidos inalterados os respectivos valores remuneratórios, sem qualquer aumento.

Confira aqui o Projeto de Lei 

O documento também pode ser consultado no site da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Edital TCDF: comissão formada – Auditor Conselheiro-Substituto

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal na sexta-feira, 13 de setembro, a portaria que institui a comissão organizadora para o cargo de Auditor (Conselheiro-Substituto) do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

blank Concurso TCDF: comissão formada para Auditor.

Edital TCDF: minuta de Lei é aprovada no TCDF

A minuta de Lei que busca agilizar os trâmites para o novo concurso foi aprovada em sessão plenária no Tribunal no dia 13 de agosto de 2019.

De acordo com a Assessoria de Imprensa, o TCDF aceitou  por meio da Decisão n. 38/2019 encaminhar a minuta do projeto de lei para a Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Anteriormente, as informações sobre o concurso era que este estava autorizado e já tinha escolhido o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) como banca responsável por elaborar os trâmites do edital com previsão para ser publicado ainda em 2019.

A Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal havia sugerido o Cebraspe como banca. A sugestão foi atendida após análise e parecer favorável.

O próximo passo agora é a aprovação da Lei na CLDF, sanção do governador e assinatura do contrato entre o TCDF e a instituição.

Confira o documento divulgado no portal do TCDF sugerindo o Cebraspe como organizador!

Edital TCDF: Resposta da assessoria de imprensa.

Edital TCDF: Resposta da assessoria de imprensa.

Edital TCDF: Comissão formada – Auditor de Controle Externo

A primeira comissão organizadora foi constituída em dezembro de 2018. A expectativa é de que o edital seja publicado ainda em 2019.

No dia 08 de agosto de 2019 foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal uma portaria alterando os membros da comissão organizadora do edital TCDF.

blank

Concurso TCDF: Comissão formada para Auditor de Controle Externo.

Essa não foi a primeira alteração da comissão organizadora para o cargo de Auditor de Controle Externo. No dia 25 de julho de 2019, já havia sido publicada uma alteração dos membros designados para comissão do concurso. Confira:

blank

Concurso TCDF: comissão de concurso para o cargo de Auditor de Controle Externo.

Edital TCDF: comissão organizadora – Procurador do MPC DF

Também foram designados, no dia 29 de julho deste ano, novos membros para a comissão de Procurador do MPC DF. Conforme a publicação do DODF, a Comissão organizadora do concurso para Procurador do MPC DF ficará composta da seguinte forma:

  • Procurador Marcos Felipe Pinheiro Lima – Presidente;
  • Procuradora Cláudia Fernanda de Oliveira Pereira – Membro do MPC/DF;
  • Dr. Franklin Rodrigues da Costa (OAB/DF nº 6.575) – Representante da OAB/DF;
  • Sr. Ministro Sérgio Luiz Kukina – membro do c. Superior Tribunal de Justiça.

Outra alteração de comissão  já havia sido publicada no Diário Oficial do Distrito Federal do dia 25 de julho de 2019, referente ao concurso para o cargo de Procurador.

blank

A primeira comissão organizadora foi constituída em dezembro de 2018. A expectativa é de que o edital seja publicado ainda em 2019.

Edital TCDF: remuneração e benefícios

Com a sanção da Lei, o candidato aprovado no próximo concurso para o cargo de Auditor de Controle Externo ingressará na Classe A, padrão I, recebendo remuneração R$ 16.673,35. No final da carreira o servidor poderá receber remuneração de R$ 29.666,35.

Veja abaixo a tabela de cargos e salários do edital TCDF como era e como ficou com a situação nova.

blank

blank

De acordo com informações da Assessoria de imprensa do TCDF,  o subsídio do cargo de Auditor do TCDF (Conselheiro-substituto) e de Procurador do MP junto ao TCDF é de R$ 33.689,10.

Além da remuneração básica, os servidores farão jus a:

  • Gratificações;
  • adicional de qualificação;
  • adicional de cursos e capacitação;
  • Férias – adicional de 1/3 de férias;
  • 13º Salário.

Parcela de natureza indenizatória:

  • Auxílio-alimentação;
  • Auxílio-transporte;
  • Auxílio pré-escolar;
  • Auxílio-natalidade;
  • auxílio-moradia;
  • ajuda de custo;
  • Assistência à Saúde suplementar
  • Indenização de Telefonia;
  • Bolsa de Estudo.

Edital do Concurso TCDF: vagas para nível superior

O Tribunal irá ofertar 12 vagas imediatas, sendo dez para o cargo de Auditor de Controle Externo, uma para Procurador do Ministério Público junto ao TCDF e uma para Conselheiro-substituto.

O número de vagas e o cargos que serão ofertados foram alterados e o TCDF informou que o motivo foi para a seleção estar dentro do limite de gastos.

O concurso TCDF está previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 e, com a versão atualizada da Lei nº 6.255/2019, está autorizado o provimento total de 47 vagas, sendo possível um aumento de vagas ofertadas no próximo edital.

Edital TCDF: atribuições e requisitos

  • Auditor de Controle Externo

Atribuições: executar atividades relacionadas à fiscalização contábil, financeira, orçamentária, patrimonial e operacional da Administração Pública do Distrito Federal, bem como examinar a legalidade dos atos de admissão, de aposentadoria, de reforma e de pensão.

Requisitos:  diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

  • Auditor (Conselheiro-substituto)

Atribuições:Substituir os Conselheiros em suas ausências ou impedimentos; presidir a instrução dos processos que lhe forem distribuídos, relatá-los, com proposta de decisão, a
ser votada pelos Conselheiros e participar da discussão sobre eles; atender a convocação da Presidência para completar o quorum das sessões.

Requisitos:  ser portador de diploma de curso superior ou habilitação legal equivalente, devidamente registrado, em uma das seguintes áreas: Contabilidade, Direito, Economia ou Administração;

  • Procurador do Ministério Público junto ao TCDF

Atribuições: exercer as funções típicas de membro do Ministério Público, tais como zelar pela ordem jurídica, pela correta aplicação das normas, velar o patrimônio público do Distrito
Federal, fiscalizar a correta aplicação dos recursos públicos, participar de sessões do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

Requisitos:  diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Último edital TCDF

Em 2013 foi realizado o  último edital TCDF, com oferta de 69 vagas. O certame foi organizado pelo Cebraspe.

O certam ofertou 38 vagas para o cargo de Analista de administração pública nas especialidades de Arquivologia, Biblioteconomia, Psicologia e Serviços Técnicos e Administrativos.

O concurso foi composto por prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos, além de uma prova discursiva. Os conteúdos das provas de conhecimentos gerais foram de:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Lei Orgânica do Distrito Federal;
  • Lei Orgânica do TCDF;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Informática;
  • Língua Inglesa.

A remuneração inicial ofertada foi de R$ 12.401,38.

Para o cargo de auditor de controle externo foram ofertadas 19 vagas e o concurso também foi composta por provas objetivas e discursivas.

As disciplinas que foram cobradas nas provas de conhecimentos gerais foram de:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Controle de Administração Pública;
  • Lei Orgânica do Distrito Federal;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Civil;
  • Direito Processual Civil;
  • Direito Penal.

A remuneração inicial  ofertada na época era de R$ 12.401,38

Já para o cargo de técnico de administração pública foram ofertadas 12 vagas e, foi composto pelas mesmas fases das outras seleções, provas objetivas e discursivas.

Os candidatos foram avaliados por meio das disciplinas de:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Lei Orgânica do Distrito Federal;
  • Lei Orgânica do Distrito Federal;
  • Lei Orgânica do TCDF;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Informática.

A remuneração inicial na época era de R$ 7.426,57.

Edital TCDF: nomeações do último concurso

Segundo informações da Assessoria de Imprensa, no último concurso realizado para o cargo de Auditor de Controle Externo, em 2013, com oferta de 19 vagas,  foram nomeados 47 aprovados.

Resumo do edital TCDF:

Concurso Tribunal de Contas do Distrito Federal (edital TCDF)
Banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe
Cargos Procurador do MPC, Auditor de Controle Externo e Auditor Conselheiro-substituto
Escolaridade Nível superior
Carreiras Controle e Gestão e jurídicas
Lotação Distrito Federal
Número de vagas 12 vagas
Remuneração de R$ 16.673,35 a R$ 33.689,10
Situação COMISSÕES FORMADAS
Previsão para publicação do edital 2019
Links do último edital Clique aqui para ver o edital de Analista de Administração

Clique aqui para ver o edital de Auditor de Controle Externo

Clique aqui para ver o edital de Técnico de Administração

The post Edital TCDF: Lei que altera plano de carreira é sancionada! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Concurso TCDF: AUTORIZADO! Edital ainda em 2019!

Ótima notícia para os concurseiros! O concurso TCDF foi autorizado na tarde desta quinta-feira, 26 de setembro, pelo Plenário do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

Navegue pela matéria utilizando o índice abaixo:

Concurso TCDF: situação atual

Em sessão administrativa realizada na tarde desta quinta-feira, 26 de setembro, pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal, o concurso TCDF foi autorizado. O Plenário do Tribunal decidiu autorizar a realização do concurso público por unanimidade.

O certame irá ofertar 12 vagas para os cargos de Procurador do Ministério Público de Contas do DF, Auditor de Controle Externo e Auditor Conselheiro-Substituto distribuídas da seguinte forma:

  • Procurador do MPC – 1 vaga;
  • Auditor Conselheiro-Substituto – 1 vagas; e
  • Auditor de Controle Externo – 10 vaga.

De acordo com o órgão, a previsão é de que o edital seja lançado ainda em 2019.

A expectativa é de que o edital seja publicado em até 60 dias ou menos, a depender do órgão. Agora, as comissões organizadoras terão 30 dias para escolher e divulgar a banca organizadora do certame e mais 30 dias para publicar o edital.

A previsão e de que as provas ocorram entre fevereiro e março de 2020. O novo concurso TCDF irá seguir a nova estrutura remuneratória.

Concurso TCDF: sancionada Lei que altera estrutura remuneratória

O Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, sancionou a Lei n. 6.388, de 24 de setembro de 2019 que altera o Anexo I-C da Lei n. 5.662, de 1º de julho de 2016, no que refere a estrutura remuneratória dos cargos de Auditor de Controle Externo, Analista de Administração Pública, Técnico de Controle Externo e Técnico de Administração Pública do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

A Lei n. 6.338, de 24 de setembro de 2019 foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal, nesta última quarta-feira, 25 de setembro. Com isso o Plano de Carreira para os cargos de Auditor de Controle Externo, Analista de Administração Pública, Técnico de Controle Externo e Técnico de Administração Pública passa a ter mais uma classe, com vencimentos inferiores.

O servidor em atividade será posicionado em um novo padrão correspondente ao valor atualmente ocupado, sem resultar em alterações na sua remuneração. Confira abaixo a Lei:

blank

Concurso TCDF: Lei publicada no Diário Oficial do Distrito Federal.

Confira o plantão GCO com o professor Anderson Ferreira sobre o assunto

Concurso TCDF: movimentações no processo

No dia 19 de setembro, o processo do certame que visa à abertura do concurso público do Tribunal de Contas do Distrito Federal teve 19 novas movimentações. De acordo com as informações disponíveis no site do Tribunal, um documento foi encaminhado para publicação no Diário Oficial do Distrito Federal. Veja:

blank

Concurso TCDF registra novas movimentações.

Concurso TCDF: Projeto de Lei é aprovado na Câmara Legislativa do Distrito Federal

No dia 17 de setembro o Projeto de Lei 615/2019 que estava tramitando na Câmara Legislativa do Distrito Federal desde o início deste mês foi aprovado.  O PL dispõe sobre a alteração do Anexo I-C, da Lei n. 5.662, de 1º de julho de 2016 e tem como objetivo ampliar o escalonamento de classes e padrões de vencimentos dos seguintes cargos de:

nível superior

  • Auditor de Controle Externo; e
  • Analista de Administração Pública.

nível médio

  • Técnico de Administração Pública; e
  • Técnico de Controle Externo.

De acordo com o Projeto de Lei, o escalonamento será feito por meio do acréscimo de mais uma classe, com vencimentos inferiores ao padrão inicial de vencimento atual. Com isso, o TCDF deve conter gastos públicos com a reposição de pessoal nesses cargos e conferir maior amplitude ao escalonamento de vencimentos.

A proposta do projeto de lei prevê vencimento inicial de R$ 16.187,72 para os cargos de Auditor de Controle Externo e Analista de Administração Pública.

Já para os cargos de Técnico de Controle Externo e Técnico de Administração Pública, o projeto de lei prevê vencimento inicial de R$ 9.494,61.

Depois de aprovado pela Câmara  Legislativa do Distrito Federal, o Projeto seguiu para a sanção do Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

A Assessoria de Comunicação do TCDF informou à Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online que após a sanção e publicação no Diário Oficial do Distrito Federal da Lei ainda será necessário pronunciamento do Plenário do TCDF quanto às diretrizes para a realização do concurso. Veja a nota enviada para a Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online:

blank

Concurso TCDF: nota da Assessoria de Comunicação do TCDF.

A Equipe de comunicação do Gran Cursos Online também foi informada de que uma estimativa de cronograma do concurso TCDF havia sido elaborado em maio de 2019 apenas para orientação dos membros da comissão.

blank

Concurso TCDF: nota da Assessoria de Imprensa do TCDF.

Concurso TCDF: comissão organizadora – Auditor (Conselheiro-Substituto)

A Comissão organizadora do próximo concurso para o cargo de auditor fiscal foi instituída. A informação foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal do dia 13 de setembro. Das 12 vagas que serão ofertadas no certame, uma será para o cargo de Auditor (Conselheiro-substituto). Confira abaixo o documento publicado.

blank

Concurso TCDF: comissão formada para o cargo de Auditor Conselheiro-Substituto.

Concurso TCDF: comissão organizadora – Auditor de Controle Externo

De acordo com uma publicação no Diário Oficial do Distrito Federal, do dia 8 de agosto de 2019, foram designados novos membros e representantes para a Comissão Organizadora do concurso de Auditor de Controle Externo, do quadro de pessoal dos serviços auxiliares do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

blank

Concurso TCDF: Comissão formada para Auditor de Controle Externo.

Essa não foi a primeira alteração da comissão organizadora para o cargo de Auditor de Controle Externo. No dia 25 de julho de 2019, já havia sido publicada uma alteração dos membros designados para comissão do concurso. Veja:

blank

Concurso TCDF: comissão de concurso para o cargo de Auditor de Controle Externo.

Concurso TCDF: comissão organizadora – Procurador do MPC DF

Também foram designados, em julho deste ano, novos membros para a comissão de Procurador do MPC DF. Conforme a publicação do DODF do dia 29 de julho de 2019, a Comissão organizadora do concurso para Procurador do MPC DF ficará composta da seguinte forma:

  • Procurador Marcos Felipe Pinheiro Lima – Presidente;
  • Procuradora Cláudia Fernanda de Oliveira Pereira – Membro do MPC/DF;
  • Dr. Franklin Rodrigues da Costa (OAB/DF nº 6.575) – Representante da OAB/DF;
  • Sr. Ministro Sérgio Luiz Kukina – membro do c. Superior Tribunal de Justiça.

No dia 25 de julho de 2019, foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal uma nova alteração na Comissão responsável por organizar e elaborar as etapas necessárias para a realização do concurso, inclusive a escolha da banca organizadora. De acordo com o documento, a comissão ficará composta da seguinte forma:

blank

A primeira comissão organizadora foi constituída em dezembro de 2018. A expectativa é de que o edital seja publicado ainda em 2019.

Concurso TCDF: Novas movimentações apontam possível cronograma

O processo que visa a abertura de um novo concurso público para o Tribunal de Contas do Distrito Federal  teve novas movimentações registradas no mês de junho. De acordo com informações da assessoria de comunicação do órgão, as tramitações são referentes ao possível cronograma do certame.

Porém, até o momento, nada é oficial. A Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal recebeu o encaminhamento com três indicações de planos de cronograma para a escolha de um. Mas, as datas ainda não foram definidas e nem divulgadas por ser tratar de documentação de acesso restrito.

Válido lembrar que o concurso para o Tribunal de Contas do Distrito Federal está autorizado desde o início deste ano e pode ter seu edital publicado ainda neste semestre. O Tribunal já havia comunicado anteriormente a contratação do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), como banca organizadora do concurso TCDF.

Concurso TCDF: Banca definida

A Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal havia sugerido o Cebraspe como banca. A sugestão foi analisada e atendida. Confira:

blank

Confira o documento divulgado no portal do TCDF sugerindo o Cebraspe como organizador!

Concurso TCDF vai ofertar vagas para nível superior

O Tribunal vai ofertar 12 vagas imediatas, sendo uma para o cargo de Auditor (Conselheiro-substituto), uma para Procurador do Ministério Público junto ao TCDF e dez para o cargo de Auditor de Controle externo. Todos os cargos são destinados a candidatos de nível superior.

O número de vagas e os cargos que serão ofertados foram alterados em março deste ano e o TCDF informou que o motivo foi para a seleção estar dentro do limite de gastos.

O concurso TCDF, inclusive, está previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 (LDO) e, com a versão atualizada da Lei nº 6.255/2019, está autorizado o provimento total de 47 vagas, sendo possível que a quantidade de vagas que serão ofertadas no próximo edital aumente.

Remuneração, requisitos e benefícios do concurso TCDF

Agora que Lei n. 6.338, de 24 de setembro de 2019 foi sancionada pelo Governador do DF, a remuneração para os cargos de Auditor de Controle Externo, Analista de Administração Pública, Técnico de Controle Externo e Técnico de Administração Pública passam a ser organizadas nas classes A, B, C e Especial, com seis padrões: I, II, III, IV, V e VI.

Desta forma, o Auditor de Controle Externa ingressa na carreira na Classe A, padrão I, recebendo remuneração de R$ 16.673,35, podendo chegar ao fim da carreira recebendo R$ 29.666,35.

confira na tabela abaixo como eram as remunerações de acordo com o Anexo I-C, da Lei n. 5.662/2016 e como ficou na situação nova:

blank

blank

Segundo informações da Assessoria de imprensa do TCDF, o subsídio do cargo de Auditor do TCDF (Conselheiro-substituto) e de Procurador do MP junto ao TCDF é de R$ 33.689,10.

Além da remuneração básica os servidores terão direito a:

  • Gratificações;
  • adicional de qualificação;
  • adicional de cursos e capacitação;
  • Férias – adicional de 1/3 de férias;
  • 13º Salário.

Parcela de natureza indenizatória:

  • Auxílio-alimentação;
  • Auxílio-transporte;
  • Auxílio pré-escolar;
  • Auxílio-natalidade;
  • auxílio-moradia;
  • ajuda de custo;
  • Assistência à Saúde suplementar
  • Indenização de Telefonia;
  • Bolsa de Estudo.

Conheça as atribuições e requisitos do concurso TCDF

  • Auditor de Controle Externo

Atribuições: executar atividades relacionadas à fiscalização contábil, financeira, orçamentária, patrimonial e operacional da Administração Pública do Distrito Federal, bem como examinar a legalidade dos atos de admissão, de aposentadoria, de reforma e de pensão.

Requisitos:  diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

  • Auditor (Conselheiro-substituto)

Atribuições:Substituir os Conselheiros em suas ausências ou impedimentos; presidir a instrução dos processos que lhe forem distribuídos, relatá-los, com proposta de decisão, a
ser votada pelos Conselheiros e participar da discussão sobre eles; atender a convocação da Presidência para completar o quorum das sessões.

Requisitos:  ser portador de diploma de curso superior ou habilitação legal equivalente, devidamente registrado, em uma das seguintes áreas: Contabilidade, Direito, Economia ou Administração;

  • Procurador do Ministério Público junto ao TCDF

Atribuições: exercer as funções típicas de membro do Ministério Público, tais como zelar pela ordem jurídica, pela correta aplicação das normas, velar o patrimônio público do Distrito
Federal, fiscalizar a correta aplicação dos recursos públicos, participar de sessões do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

Requisitos:  diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Último concurso TCDF 

O último edital TCDF aconteceu em 2013 e ofertou 69 vagas no total. A organização ficou por conta do Cebraspe.

Foram ofertadas 38 vagas para o cargo de analista de administração pública nas especialidades de:

  • Arquivologia;
  • Biblioteconomia;
  • Psicologia e;
  • Serviços Técnicos e Administrativos.

O concurso TCDF contou com prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos, além de uma prova discursiva. Os conteúdos das provas de conhecimentos gerais foram de:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Lei Orgânica do Distrito Federal;
  • Lei Orgânica do TCDF;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Informática e;
  • Língua Inglesa.

A remuneração inicial na época era de R$ 12.401,38.

Nesse concurso TCDF, para o cargo de auditor de controle externo, foram ofertadas 19 vagas e o concurso também contou com provas objetivas e discursivas.

Já para o cargo de técnico de administração pública foram ofertadas 12 vagas e foi composto pelas mesmas fases das outras seleções: provas objetivas e discursivas.

Os conteúdos da prova de conhecimentos gerais foram de:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Lei Orgânica do Distrito Federal;
  • Lei Orgânica do TCDF;
  • Ética no Serviço Público e;
  • Noções de Informática.

A remuneração inicial na época era de R$ 7.426,57.

Concurso TCDF: nomeações

O último concurso realizado para o cargo de Auditor de Controle Externo em 2013 ofertou 19 vagas e nomeou 47 aprovados.

Plantão Concurso TCDF: Confira as dicas do nosso especialista para se preparar para esse concurso!

Confira algumas dicas do nosso professor para se preparar de uma forma correta para o certame:

 

Confira AQUI todas as oportunidades em carreiras de tribunais!

Resumo do edital TCDF:

Concurso Tribunal de Contas do Distrito Federal (concurso TCDF)
Banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe
Cargos Procurador do MPC, Auditor de Controle Externo e Auditor Conselheiro-substituto
Escolaridade Nível superior
Carreiras Controle e Gestão e jurídicas
Lotação Distrito Federal
Número de vagas 12 vagas
Remuneração de R$ 16.673,35 a R$ 33.689,10
Situação COMISSÕES FORMADAS
Previsão para publicação do edital 2019
Links do último edital Clique aqui para ver o edital de Analista de Administração

Clique aqui para ver o edital de Auditor de Controle Externo

Clique aqui para ver o edital de Técnico de Administração

The post Concurso TCDF: AUTORIZADO! Edital ainda em 2019! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Resultado TRF4: SAIU o resultado preliminar! Confira!

Nesta quarta-feira (25), foi divulgado o resultado preliminar do concurso do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (resultado TRF4). Os candidatos já podem conferir a classificação no site da banca examinadora, Fundação Carlos Chagas – FCC.

Após o resultado TRF4, o candidato poderá interpor recurso e tem o prazo de até 2 (dois) dias úteis, após a publicação do resultado, para preparar e apresentar a contestação através do site da banca FCC.

A prova objetiva e discursiva do concurso do TRF4 aconteceu no último dia 4 de agosto. A avaliação objetiva foi composta por 50 questões, já a parte discursiva, os candidatos de nível superior tiveram que realizar um estudo de caso, que contou com 2 questões práticas, onde foi necessário apresentar soluções. Já para nível médio, foi proposta uma redação dissertativa-argumentativa.

O edital do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, trouxe vagas para níveis médio e superior, para os cargos de Analista e Técnico Judiciário. As vagas oferecidas foram todas de cadastro de reserva, para atuação na sede e seções judiciárias de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

Os aprovados no certame poderão contar com um vencimento inicial de R$ 12.455,30 para o cargo de Analista Judiciário e R$ 7.591,37 para Técnico Judiciário, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Prova TRF4 – ranking:

A equipe do Gran Cursos Online elaborou o ranking da prova da instituição que está disponível para consulta no link abaixo:

Clique AQUI e baixe o Ranking TRF4

 

Resultado TRF4: próximas etapas

Os aprovados para os cargos de Técnico Judiciário de Apoio Especializado em Segurança do Transporte farão a avaliação física de caráter habilitatório.

Resumo do concurso TRF4

Concurso Tribunal Regional Federal da 4ª Região (resultado TRF4)
Banca organizadora Fundação Carlos Chagas – FCC
Cargos Analista e Técnico Judiciário
Escolaridade  Nível médio e superior
Carreiras Tribunais
Lotação Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná
Número de vagas Cadastro reserva
Remuneração R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30
Inscrições 03/06/2019 a 26/06/2019
Taxa de inscrição R$ 61,00 a R$71,00
Data da prova objetiva 04/09/2019
Link do edital

 

The post Resultado TRF4: SAIU o resultado preliminar! Confira! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Ranking TRF4: confira o seu desempenho no Gran Ranking!

A Fundação Carlos Chagas – FCC, divulgou nesta quarta-feira (25), o resultado preliminar da prova objetiva do concurso do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (ranking TRF4). Agora, os candidatos que se cadastraram no Gran Ranking podem conferir como se saiu no certame e confrontar as notas.

O Gran Ranking, auxilia os alunos a avaliar e mensurar o desempenho logo após a prova, e também ajuda a ter uma noção da nota de corte do concurso.  Além disso, os professores do Gran Cursos Online fazem a correção da prova e disponibilizam questões comentadas que podem auxiliar na hora de preparar o recurso.

Para interpor o recurso no certame do TRF4, os candidatos possuem 2 (dias) úteis, após a data de publicação do resultado preliminar, ou seja, poderá apresentar contestação a partir desta quinta-feira (26).

O certame do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, ofertou vagas para níveis médio e superior, para os cargos de Analista e Técnico Judiciário. As vagas oferecidas foram todas de cadastro de reserva.

Ranking TRF4

Agora, os candidatos que realizaram a prova objetiva do TRF4 já podem conferir o Gran Ranking e comparar com o resultado preliminar, e conferir se há possibilidade de interpor algum recurso.

Para acessar todo o ranking que o Gran Cursos Online disponibilizou após a avaliação, basta clicar aqui e conferir se foi aprovado para a correção da prova discursiva.

Próxima etapa TRF4

Apenas o cargo de Técnico Judiciário de Apoio Especializado em Segurança do Transporte, terá a avaliação física, que será apenas de caráter habilitatório.

Resumo do concurso TRF4

Concurso Tribunal Regional Federal da 4ª Região (resultado TRF4)
Banca organizadora Fundação Carlos Chagas – FCC
Cargos Analista e Técnico Judiciário
Escolaridade  Nível médio e superior
Carreiras Tribunais
Lotação Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná
Número de vagas Cadastro reserva
Remuneração R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30
Inscrições 03/06/2019 a 26/06/2019
Taxa de inscrição R$ 61,00 a R$71,00
Data da prova objetiva 04/09/2019
Link do edital

The post Ranking TRF4: confira o seu desempenho no Gran Ranking! appeared first on Blog Gran Cursos Online.

Concurso PC PA Delegado: URGENTE! 265 vagas confirmadas!

Exclusivo! A Polícia Civil do Estado do Pará divulgou a distribuição de vagas para o próximo concurso público. De acordo com a publicação serão 265 vagas indicadas para ingresso na carreira de Delegado de Polícia Civil (concurso PC PA Delegado).

Além disso, o documento também indicou a relação de oportunidades para os cargos de Escrivão (252), Investigador (818) e Papiloscopista (160). Válido lembrar que o novo concurso público PC PA já possui comissão especial definida. A publicação com os nomes dos membros foi realizada no mês de agosto.

De acordo com a assessoria de comunicação da corporação, o trabalho da comissão ainda está no início.

“Até a definição da empresa organizadora tem um caminho a percorrer. Pois, ainda teremos o lançamento de edital de concorrência pública para as empresas interessadas se candidatarem. Após isso, o trabalho envolverá uma série de análises de documentações, requisitos, entre outros. Por isso, ainda é prematuro se falar em previsão”, explicou.

Veja na imagem oficial abaixo:

Concurso PC PA Delegado

Novo concurso PC PA

Último concurso PC PA Delegado

O concurso anterior para o cargo aconteceu no ano de 2016 para provimento efetivo em 150 vagas para Delegado de Polícia Civil – Classe Inicial (Classe A).

A Fundação Carlos Augusto Bittencourt – FUNCAB foi a organizadora. Os candidatos inscritos foram avaliados em duas etapas. Confira abaixo:

Primeira etapa – Sob responsabilidade da FUNCAB:

  1. Prova objetiva,
  2. Peça Processual,
  3. Prova de Capacidade Física,
  4. Exame Médico,
  5. Exame Psicológico e
  6. Investigação Criminal e Social.

Segunda etapa – Sob responsabilidade da PC PA.

  1. Curso de Formação.

 

Resumo do concurso PC PA Delegado

Concurso Polícia Civil do Estado do Pará (concurso PC PA Delegado)
Banca organizadora A definir
Cargos Delegado da Polícia Civil – Classe A
Escolaridade Nível superior
Carreiras Segurança Pública
Lotação Estado do Pará
Número de vagas 265 vagas (confirmadas)
Situação BANCA EM DEFINIÇÃO!
Clique aqui e veja o último edital PC PA Delegado

The post Concurso PC PA Delegado: URGENTE! 265 vagas confirmadas! appeared first on Blog Gran Cursos Online.